terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Sinceridade e transparência!

"Bem sei, meu Deus, que tu provas os corações e que da sinceridade te agradas; eu também, na sinceridade de meu coração, dei voluntariamente todas estas coisas; acabo de ver com alegria que o teu povo, que se acha aqui, te faz ofertas voluntariamente." 1 Crônicas 29:17

Sinceridade e transparência!  Muitos relacionamentos tem naufragado pela ausência destas virtudes. A superficialidade é um das paredes que barram a sinceridade, a honestidade para com o próximo, a transparência nas ações.  Deus ama corações sinceros, para com Ele e para com o próximo.

Davi era muito sincero. Em 1 Samuel 22:1-2 diz: "Davi retirou-se dali e se refugiou na caverna de Adulão; quando ouviram isso seus irmãos e toda a casa de seu pai, desceram ali para ter com ele. Ajuntaram-se a ele todos os homens que se achavam em aperto, e todo homem endividado, e todos os amargurados de espírito, e ele se fez chefe deles; e eram com ele uns quatrocentos homens."

Davi foi perseguido injustamente por Saul! Sofreu calúnias e jurado de morte para não enfrentar o rei, se escondeu na caverna de Adulão. Quando sua família soube disso, se escondeu com ele, não o abandonou. E com este exemplo de fidelidade, todos os endividados, amaragurados e que se achavam em algum aperto, se uniram a Davi e ele abriu o seu coração com eles. Foi sincero!  Explicou que não queria se rebelar contra o rei, pois reconhecia a sua autoridade.

Davi compartilhou da sua vida, contou suas experiências para aqueles homens e sua família estava junto para dar testemunho de que era verdade. A sinceridade de Davi cativou aqueles homens. Estes 400 homens vieram a se tornar os melhores soldados do exército de Davi. Quando Davi deseja água da fonte que ele bebia na infância,  e que agora estava sob domínio filisteu, estes soldados buscaram a água só pelo desejo de Davi. Não basta andar junto, estudar a Bíblia junto, tem que haver sinceridade.

Muitos casais perderam a intimidade porque perderam a sinceridade, perderam a transparência e agora vivem presos atrás de máscaras.  Somos uma família,  a família de Deus e precisamos lutar pela sinceridade,  pela transparência.  Ontem, ao anoitecer,  percebi que o vidro do holofote estava ofuscado por uma fuligem. Peguei um pano com detergente e lavei aquela fuligem, mas não adiantou limpar por fora. Precisei abrir o holofote, tirar a lâmpada e ao fazer isso, descobri que a maior sujeira não era a de fora, mas a de dentro. Tive que limpar 4 vezes o vidro, ao passo que a sujeira exterior com uma vez foi suficiente.

Muitas vezes olhamos para fora e vemos muita sujeira, mas a maior sujeira é a que se acumula em nosso próprio coração.  Essa é a que destrói a sinceridade, escurece a transparência e força a nos convencer de que os outros estão errados, de que os outros são deficientes e de que os outros são o problema. Na verdade, nós precisamos de um limpa vidros da alma.

Para quem viu o filme "O casamento grego", o "Windex" (limpa vidros) resolvia tudo, na cabeça do pai da noiva. Sabemos que a sinceridade não resolve tudo! Mas enxergar com clareza, com sinceridade,  simplicidade, humildade e transparência faz toda a diferença para quem precisa enxergar as coisas em um mundo que vive na escuridão.  Abra as janelas da sua alma, limpe por fora, mas principalmente,  por dentro. Perceba os raios de luz entrando na sua vida e inundando o seu coração de alegria. Olhe nos olhos das pessoas sem as máscaras. Seja sincero. Deixa a luz do Senhor entrar e viva intensamente o hoje. Quem ama a escuridão,  as profundezas do passado e as correntes da amargura e da falta de perdão é o enganador. Mas nós que somos da luz, devemos brilhar a nossa luz.

Vida em abundância para você,  para seu casamento,  seus discípulos, seus amigos, seus irmãos em Cristo.  Não vale a pena andar junto se não houver sinceridade e transparência. Não basta andar junto, cultuar junto, estudar a Bíblia juntos. Tem que haver um coração sincero.

Com humildade e sinceridade,

Pr. Filipe Espindola.