terça-feira, 25 de agosto de 2015

Cuidados com a língua

"A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." Prov. 15:1

Alguma vez você já disse coisas que depois se arrependeu de ter dito, para uma pessoa que ama? A Palavra de Deus diz em Gálatas 5 que o fruto do Espírito é o amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade,  bondade , fidelidade,  mansidão e domínio próprio.

Agora que você se converteu, e passou da morte para a vida com Cristo, precisa fazer morrer a velha natureza negando às suas vontades. Não deve mais dizer tudo o que pensa. Antes de dizer qualquer palavra, pense: Vai edificar alguém? A pessoa que ouvir, vai ver Cristo em minha vida? Peça ao Senhor: Muda o meu jeito explosivo, me ajuda a controlar os meus pensamentos, a minha ira, a minha língua.

Mas tome a decisão de não falar tudo o que pensa. Em Tiago 1:19, a Palavra de Deus recomenda: "Sabeis isto, meus amados irmãos; todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar."  Muitos sabem, mas poucos praticam.

Observe num grupo de pessoas: Você é daqueles que preferem ouvir ou falar? No Reino de Deus não vale o meu perfil de personalidade; o que vale é obedecer a Palavra de Deus.

Quando estou com meus pastores, mestres e professores, que são autoridades na minha vida, eu não quero mostrar o que eu sei, o conhecimento que eu possuo, mas ouvir o que eles tem a dizer.

Quando você está numa conversa de amigos e alguém faz uma pergunta, não seja o primeiro a responder, nem o primeiro a falar, ainda mais se o seu líder, discipulador ou pastor estiverem nessa conversa. Seja sábio, tardio para falar, pronto para ouvir. Leia Tiago 3 e Prov. 21:23.

Quando você conseguir domar a vontade de explodir, a vontade de falar e a vontade de dizer tudo o que pensa, então estará começando a se tornar apto para Deus usar sua língua.

Que o Senhor brilhe em nossos lábios o tempo todo.

Em Cristo,

Pr. Filipe Espindola.