quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O profeta Samuel



Deus determinou julgar Eli e seus filhos por causa dos seus pecados. A palavra do Senhor era mui rara e as visões não eram frequentes(1 Sm 3:1). Quando Deus anunciou seus planos a Samuel (vv 4–18), Samuel respondeu com reverência e respeito(v 19). Seu crescimento pessoal e espiritual indicavam que ele tinha sido marcado como o futuro profeta do Senhor.  (v 20). Samuel tratava cada nova revelação do Senhor de uma maneira apropriada. Samuel era filho de Elcana e Ana. O último dos juízes de Israel e o primeiro profeta. Ele ungiu a Saul e Davi como reis de Israel.


A sua personalidade era fruto da criação que recebeu de seus pais. Quando Samuel foi apresentado para o profeta Eli, ele começou o seu serviço no santuário, se curvando perante o Senhor e adorando o Senhor naquele lugar. Três ingredientes - um senso de valor, a certeza que os seus pais o amavam (1 Samuel 2:19) e um senso de propósito, lançaram a fundação de sua personalidade e das suas realizações.

Ao contrário dos filhos de Eli, Samuel não temia o povo, mas temia a Deus. O povo pecava terrivelmente contra Deus, mas não via a sua transgressão como pecado e Samuel alerta o povo em 1 Samuel 12:14-17:
"Se temerdes ao SENHOR, e o servirdes, e lhe atenderdes à voz, e não lhe fordes rebeldes ao mandado, e seguirdes o SENHOR, vosso Deus, tanto vós como o vosso rei que governa sobre vós, bem será. Se, porém, não derdes ouvidos à voz do SENHOR, mas, antes, fordes rebeldes ao seu mandado, a mão do SENHOR será contra vós outros, como o foi contra vossos pais. Ponde-vos também, agora, aqui e vede esta grande coisa que o SENHOR fará diante dos vossos olhos. Não é, agora, o tempo da sega do trigo? Clamarei, pois, ao SENHOR, e dará trovões e chuva; e sabereis e vereis que é grande a vossa maldade, que tendes praticado perante o SENHOR, pedindo para vós outros um rei. "
Deve ter sido um terror esta cena. O povo pronto para colher o trigo e o cereal na lavoura e o profeta ora para que venha chuva e trovoadas, destruindo, assim, toda a colheita. E foi o que aconteceu. Falta de amor? Não, pelo contrário. Deus amava tanto aquele povo que faria de tudo para ter o coração deles.

O que Deus tem feito hoje na tua vida, que você vê como tragédia, mas que Deus tem usado para atrair o teu coração para Ele? Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho unigênito para que todo aquele que Nele crê, não pereça, mas tenha a vida Eterna.

O coração de Samuel era totalmente Dele. E o Seu?